segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

3º Domingo do Tempo Comum - A

3º Domingo do Tempo Comum - A

1. Informações básicas
- Convertei-vos e crede no Evangelho
- Oração - Deus dirija nossa vida pelo seu amor para que frutifiquemos.
- 1ª Leitura Is 8.23b-9,3; salmo 26; 2ª leitura 1 Cor 1,10-13.17; Ev. Mt 4, 12-23

1º Esquema
Foi Morar em Cafarnaum para se cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías.
Jesus, em sua vida mortal, se torna luz para o norte de Israel, como no trecho de Isaías aqueles que tinham sofrido o assédio Assírio veem uma luz que surge num príncipe, veem um sinal de Deus, Jesus se torna esse sinal de Deus, e quer mediante seu convite que os filhos de Zebedeu tornem-se também esse sinal de Deus, através do seu seguimento. Nesse ponto, na atualização pode-se tomar o que São Paulo nos diz para não se absolutizar o simbolo, é Jesus que ilumina pelo sacramento e pela Palavra, e somos apenas canais dessa luz, como cada um deve ter a consciência de sê-lo e pode-se rezar isso através do Salmo 26 "O Senhor é minha luz e salvação".

2º esquema.
"Pois do Reino a Boa Nova jesus Cristo anunciava e as dores do seu povo, com poder, Jesus curava" Aclamação Mt 4, 23.
Jesus é luz, não num sentido gnóstico de iluminação intelectual, mas luz porque anuncia a Palavra de Deus que muda o coração de seu povo e também curava, dava a salvação plena a este povo. Como o povo que viu brilhar uma grande luz num contexto de opressão exílica, assim hoje queremos que Jesus nos ajude a ter decisões verdadeiramente cristãs e iluminar a nossa vida e das pessoas. Esse é o seguimento de uma vocação batismal. Nesse sentido não pode haver discordâncias em comunidade advinda de partidos por este ou aquele, pregar o Evangelho segundo São Paulo é anuncia a Cruz de Cristo, esse amor entrega que num contexto de várias catástrofes pode ser através de ações concretas para ajudar as pessoas. aí sim as pessoas vão ter certeza que o "Senhor é proteção de minha vida".

3º esquema.
"Eles imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram".
O que impulsiona o cristão é saber que Jesus é o Senhor e com seu amor transforma a nossa vida, não há outro motivo para um ser humano largar o trabalho e o relacionamento familiar. Não é uma renuncia vazia, mas por algo maior, como diz a oração inicial, para frutificar. O Senhor é luz para os desesperados, esperança, e somos chamados a iluminar aqueles que não tem mais esperança, como aqueles que voltaram do exílio. O fruto maior, não são obras ou palavras, mas obras e palavras que transmitam esse amor de Deus e construam comunidade, aí entendemos porque São Paulo diz que não foi enviado para batizar mas para pregar, nesse sentido é construir comunidades que vivam sem divisões, mas na concórdia, aí não somente cada um, mas a Igreja se torna luz do mundo, porque ela como Santuário do Senhor, Santuário da Palavra de Deus, tornar-se luz do mundo, o amor de Deus é visto na Igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário