quinta-feira, 9 de junho de 2016

15º Domingo do Tempo Comum C

15º Domingo do Tempo Comum C

1. Informações básicas
-  o Bom Samaritano
- Oração – a luz da verdade para ser cristão.
- 1ª Leitura Dt 30, 10-14; Sl 68; Cl 1, 15-20; Lc 10, 25-37

Obs exegética: o sacerdote e o levita que passam ao largo não interpretam a lei segundo o amor pois como trás o levítico  “Que um sacerdote não se torne impuro por um defundo na sua parentela, exceto por um próximo, da mesma carne que ele: sua mãe, seu pai, seu filho, sua filha seu irmão” (Lv 21,1-2) se reconhecessem naquele homem caído um irmão o amariam e fariam o bem a ele sem medo de se contaminarem.

1º Esquema
“Amarás...” O amor é a lei maior, amor a Deus e ao próximo, amor que se traduz de forma concreta no pobre sofredor, que ao tomarmos contato com as feridas da criatura de Deus, ao ir ao encontro delas para promover a vida no outro, pois vemos no próximo a própria presença de Deus pois Cristo é a cabeça da Igreja e o primogênito de toda Criação, por fim é por esse amor que se realiza o cumprimento perfeito de todos os mandamentos e preceitos e pelo qual herdamos a verdadeira terra prometida que é o céu, a Jerusalém celeste que Deus prepara para os seus humildes.

2º esquema
“Quem é o meu próximo” O mestre da lei queria restringir o conceito de próximo, amar somente os seus, Jesus alarga a sua visão mostrando que o próximo é aquele que ama e é amado, amor efetivo e afetivo, que é ir ao encontro da necessidade do próximo, identificando-se com o outros pois somos todos iguais, e vemos no outro o Cristo, pois é o primogênito de toda a Criação, a imagem de Deus que se faz carne, assim cumprimos toda a lei, pois amando o próximo aprendemos a amar a Deus a quem não vemos, essa é a humildade que nos ajuda a buscar verdadeiramente a Deus.

3º esquema

“Aquele que usou de misericórdia para com ele”. O amor é para o cristão o resumo da lei, o amor a Deus e ao próximo é o mesmo amor, e o próximo é todo o ser humano necessitado e que necessita da misericórdia, portanto todos, assim se cumpre verdadeiramente toda a lei e todo o culto a Deus, pois vemos no outro o próprio Deus, o próprio Jesus é que é o primogênito de toda a criação, portanto assumamos nossa fragilidade, sejamos humildes e busquemos verdadeiramente a Deus amando o próximo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário