segunda-feira, 28 de setembro de 2015

29º Domingo do Tempo comum B

29º Domingo do Tempo comum B

1.                   Informações básicas
- O Filho do Homem veio para servir
- Oração – A graça de servir a Deus.
- Leituras: Is 53, 10-11; Sl 32; Hb 4, 14-16; Mc 10, 35-45.


2. Esquemas

Observação exegética – Após o terceiro anúncio da Paixão os discípulos colocam a questão de quem é o maior, não entendem o messianismo de Jesus, logo a seguir vem o cego de Jericó,  como em outros evangelhos, para iniciar a subida para Jerusalém e a morte e ressurreição de Jesus, demonstrando a cegueira do discípulo e que somente no seguimento de Jesus pelo caminho até Jerusalém fica claro o seu messianismo.


1º Esquema
“Deixa-nos sentar...” Os discípulos querem o poder, querem um Reino Glorioso do Messias no qual se sentarão a direita e à esquerda para mandar. Mas, Jesus mostra que o seu messianismo é o batismo de Sangue, é servir na cruz, no cumprimento da profecia de Isaías, o servo carrega as culpas e justificará a muitos, esse é o sacerdócio de Cristo, um sacerdócio misericordioso, provado em tudo menos o pecado, que nós no nosso carregar a cruz no serviço a Deus possamos sempre esperar em Deus que nos socorre com sua graça.

2º Esquema
“Entre vós não deve ser assim...” O ser humano sempre busca o reconhecimento de outros, o aparecer num mundo glamoroso é buscado com todas as forças, os discípulos não eram diferentes queriam se sentar ao lado de um Messias glorioso, mas a resposta é tomar o cálice da Ira de Deus, é experimentar até o fim a fragilidade humano, é ser batizado no próprio sangue, é doação pura, nisso consiste o Messianismo prometido por Isaías ao contemplar o servo, que no seu sofrimento traz luz para o ser humano, e nós somos convidados a renunciar a qualquer ânsia de aparecer, de poder, e diante do trono da Graça que é a Cruz redendora obter a graça de carregar a cruz, esperar em Deus aconteça o que acontecer.

3º Esquema
O Filho do homem veio para servir... Jesus é o Messias servidor, aquele que vem para doar vida ao seus irmãos e irmãs, essa doação traz sofrimento, mas a entrega já é a própria recompensa do seguidor de Jesus, mesmo em meio a sofrimentos. Sofrimento que se torna redentor e o nosso sofrimento unido ao de Jesus se torna também redentor, por isso que do trono da Graça que é a cruz do Sumo-Sacerdote misericordioso Jesus, possa nos vir a graça para nos sustentar no serviço a Deus e ao próximo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário