quarta-feira, 8 de abril de 2015

5º Domingo do Tempo Pascal B

1.                   Informações básicas
- Eu sou a videira
- Oração – Adotados como filhos tendo a liberdade verdadeira.
- At 6, 1-6; Sl 32; 1 Pd 2, 4-9; Jo 14, 1-12

2. Esquemas

1º Esquema
“Permanecei em mim”, permanecer é amar a Deus, conhecê-lo e assim cumprir seus mandamentos, na medida que permanecemos podemos produzir frutos, assim foi a vida da Igreja Primitiva, em meio a perseguições e lutas, conseguiu ficar firme sobre o Senhor e produzir muitos frutos, frutos de conversão, assim demonstrou e ainda demonstra que o Senhor é o seu próprio Louvor, a sua vida exala a Deus.

2º Esquema
“Sem mim nada podeis fazer”, guardar os mandamentos é muitas vezes visto sem a graça de permanecer em Deus, por isso é preciso ressoar em nossos ouvidos que permanecendo na videira é que se produzirá frutos, os mandamentos existem para nos ensinar a amar e assim produzir frutos, essa é a vida do cristão e toda arrogância de achar que se produz frutos por si deve ser jogada fora do coração humano, para assim constatar que é Deus quem realiza a obra.

3º Esquema
“Nisto meu Pai é glorificado: que deis muito fruto”. Somos, como Igreja, ramos da videira que é Cristo, nessa medida ligados ao tronco e entrelaçados entre si é que produziremos fruto, esse fruto é a ação do Espírito na própria Igreja que a leva a testemunhar a verdade, mesmo em meio a perseguições como nos mostra a primeira leitura, esses frutos brotam de verdadeiros discípulos que aprendem a amar segundo os mandamentos e a assim glorificar a Deus com a própria vida, essa é a glória do Pai.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário