terça-feira, 11 de junho de 2013

12 º Domingo do Tempo Comum C

12 º Domingo do Tempo Comum C

1.                   Informações básicas
- Carregar a cruz
- Oração –  A graça de amar a Deus e temer
- Leituras: Zc 12, 10-11; 13, 1; Sl 62; Gl 26-29; Lc 9, 18-14


2. Esquemas

1º Esquema
“Quem diz o povo que eu sou?” Essa pergunta é fundamental para nós hoje também, quem é Jesus para nós?  É um profeta que serve somente para saber o futuro ou um rei glorioso ou um instrumento de cura? A verdadeira imagem é o do Messias padecente, o Cristo que sofre e morre para nossa salvação, como na primeira leitura Deus se identifica com o seu enviado e com o sofrimento do seu enviado. Para que? Para sermos um só em Cristo Jesus, o seu sofrimento é entrega para formar um só povo, no qual a essência é o que somos e as diferenças outras se tornam relativas. Por isso, queremos seguir o Messias padecente, pois a nossa alma tem sede da salvação que Ele trouxe.

2º Esquema
“O Filho do homem deve sofrer muito...” O Deus que se faz carne assume totalmente a fragilidade humana e carrega sobre si todos os pecados, e por isso sofre toda a rejeição até a morte e morte de cruz. Deus se identifica plenamente com o ser humano, exceto o pecado, Deus se identifica com o seu Messias, mas essa dor é redentora e trará para a todos a purificação e a salvação, reunindo todos os povos dispersos e todos serão um Cristo Jesus. Que Deus nos dê a graça da sede dessa salvação.

3º Esquema

Se alguém quer seguir-me, renuncie-se a si mesmo, tome sua a cruz cada dia e siga-me”... O Messias sofredor, com o qual Deus se identifica como nos traz a leitura de Zacarias, nos convida ao seu seguimento, quer pessoas livres carregando a cruz de cada dia, o sofrimento da condição humana unida a Deus, para isso é necessário renegar-se, renegar até a própria vida, não para ficar num vazio existência, muito pelo contrário, para se encher da graça de Deus e como o Messias sofredor chegar à ressurreição, à vida plena, vida vivida não individualmente, mas em comunhão total com os homens e mulheres redimidos, pois somos todos um só em Jesus Cristo. Portanto, louvemos a Deus pois só nele está a fonte da vida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário