quarta-feira, 4 de julho de 2012

17º Domingo do Tempo Comum B


17º Domingo do Tempo Comum B

1. Informações básicas
- Deus alimenta seu povo
- Oração – Ó Deus sois o amparo dos que em vós esperam.
- Leituras: 2Rs4,42-44; Sl 144; Ef 4,1-6; Jo 6,1-15

1º Esquema
Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu-os... A multiplicação dos pães apresentada no Evangelho de João inicia o discurso da Eucaristia, Deus vem, como na primeira leitura, através de seu profeta saciar a fome de seu povo, vem ao encontro das necessidades mais profundas do ser humano, vem saciar todas as fomes, para assim formar um só povo como nos diz São Paulo, um só Deus que age em todos, por isso, louvemos o Senhor que é santo em toda obra que Ele faz.

2º esquema
Encheram doze cestos com as sobras dos cinco pães... o cinco é sinal de Liberdade na Bíblia, somente uma pessoa que tem o próprio sustento, e em todas as áreas da vida pode ser livre, e ninguém é livre para viver no egoísmo, mas é livre para formar um povo, “comerão e ainda sobrará”, conforme a primeira leitura,  por isso são doze os cestos que sobram, a intervenção salvadora de Deus vem formar um povo, um só corpo e um só Espírito, por isso, pode-se rezar com o Salmo, que Deus vem para saciar seus filhos.

3º esquema
“Onde vamos comprar pão para que eles possam comer?” ... Jesus poderia ter feito o milagre sem pães fornecidos por ninguém, mas Deus parte sempre da nossa própria pobreza, a partir do que oferecemos Deus multiplica, porque quer a nossa participação, mesmo duvidosa como no Evangelho ou na primeira leitura na dúvida como distribuir a todos a partir de tão pouco, e é partir do nosso pouco que vamos construindo o Corpo de Cristo que é a Igreja, nada acontece por mágica, por isso de Deus esperamos e clamamos a salvação (salmo e Oração do Dia).

Nenhum comentário:

Postar um comentário