terça-feira, 4 de outubro de 2011

28º Domingo do Tempo Comum A


28º Domingo do Tempo Comum A

1. Informações básicas
- Todos são convidados ao Banquete
- Oração – Que a graça de Deus nos preceda.
-  Is 25, 6-10; Sl 22; Fl 4, 12-14.19-20; Mt 22, 1-14.



1º Esquema
Convidai para a festa todos os que encontrardes... O Grande encontro de Deus com as pessoas é exemplificado por uma festa de casamento, os convidados recusam, então esse convite é estendido a todas as nações, como nos diz o profeta Isaías, Deus mesmo dará esse banquete, esse espírito de gratuidade de Deus deve ser vivido por cada cristão, o banquete preparado é para todos e todos são convidados e servos nesse banquete de Deus.

2º esquema
Muitos são chamados e poucos os escolhidos... Deus dá toda a capacidade para participarmos de seu banquete, a veste é o símbolo maior dessa graça de participar do banquete da gratuidade, mas podemos recusar essa graça, confiando em nós mesmos, pois o convite de deus sempre respeita a liberdade dos convidados. É o que São Paulo nos diz, ele sempre soube viver essa gratuidade na liberdade, seja na pobreza ou na riqueza. O Sonho se realiza habitar eternamente na casa do Senhor.

3º esquema
O ser humano é um ser limitado e o banquete representa o suprir essa necessidade, Deus prepara o banquete da convivência humana, no qual toda a necessidade é suprida e alegria é plena. Esse era o Sonho do Proto Isaías, que um dia Sião seria o lugar da confraternização eterna dos povos, o próprio Senhor como no salmo seria aquele que colocaria a mesa. Assim cada convidado pode dizer como São Paulo, tudo posso naquele que me fortalece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário