segunda-feira, 29 de agosto de 2011

23º Domingo do Tempo Comum A


23º Domingo do Tempo Comum A

1. Informações básicas
- Correção fraterna
- Oração – A verdadeira liberdade.
-  Ez 33, 7-9; Sl 94; rm 13, 8-10; Mt 18, 15-20.

1º Esquema
Se o teu irmão pecar contra ti... A vivência em comunidade, em Igreja, comporta relacionamento que às vezes comportam ofensas é essencial aprender a corrigir o irmão, e essa correção tem como objetivo levá-lo novamente a comunhão fraterna, isso é uma obrigação profética, da qual todos prestaremos conta, o ouvir ou não por parte do irmão não compete a nós, mas a liberdade do irmão, isso é um amor não somente afetivo, mas também efetivo. Porque em tudo isso fazemos o irmão ouvir a Deus.

2º esquema
O que ligares na terra... A Igreja é comunidade, e nela devemos viver não somente um perdão ocasional, mas uma disposição permanente de perdão, por isso o irmão que peca contra um irmão peca contra toda a comunidade, e é nessa instância comunitária, nessa dimensão que o perdão deve ser acolhido, a pedagogia de levar a pessoa a ver que o seu pecado afeta toda a comunidade. Aquele que peca deve ter consciência desse mal e corrigir-se, pois o pecado é algo objetivo e afeta o amor como cumprimento perfeito da lei.

3º esquema
Dois ou mais reunidos, Deus está presente de forma especial na comunidade, é no relacionamento que experimentamos sua presença amiga e certa, o pecado agride essa comunhão e ele deve ser extirpado, por isso evidenciar essa dimensão social do pecado, como o faz o profeta é essencial para manter o corpo coeso. Senão o amor que pregamos será apenas de palavra, pois como diz São Paulo o amor não faz mal nenhum a ninguém. Que Deus nos faça abrir o coração para ouvir sua voz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário