sexta-feira, 12 de agosto de 2011

20º Domingo do Tempo Comum A


20º Domingo do Tempo Comum A

1. Informações básicas
- A Salvação para todos
- Oração – A graça de amar a Deus sobre tudo.
-  Is 56, 1. 6-7; Sl 66; Rm 11, 13-15.29-32; Mt 15, 21-28.

Observação importante: Uma compreensão exegética, o Evangelho tem um substrato hebraico, a mulher Cananéia é incluída no grupo dos “cachorrinhos”, tendo em vista que cachorro em hebraico é “Caleb”, lembremos que Caleb é o companheiro de Josué na tomada da Terra Prometida (Nm 13, 1 -14, 35), portanto, poderia-se ver essa relação no Evangelho, a mulher é incluída no povo eleito por Jesus (o mesmo nome que Josué).

1º Esquema
Mas os cachorrinhos também comem as migalhas... Com dito acima a humildade daquela mulher demonstra a sua fé, ao assumir-se como cachorrinha e estrangeira,  e consegue o acesso às ovelhas de Israel, a profecia de Isaías se cumpre não haverá mais pessoas excluídas e seu sacrifício será aceito, como também São Paulo os pagãos serão incluídos na Aliança provocará a união com Israel.

2º esquema
Senhor Filho de Davi tende piedade de mim... A mulher reconhece em Jesus o messias, reconhece a Aliança de Israel, e consegue que Jesus reconhece fé verdadeira nela, como o profeta o cumprimento da Justiça habilita para o estrangeiro entrar no povo da Aliança, São Paulo proclama a promessa de Deus irrevogável e os pagãos agora fazem parte dela.

3º esquema
Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, ... Será que Jesus quis rejeitar a Cananéia? Cremos que não, quer dela exatamente o que ela ofereceu, isto é, a fé na Aliança de Israel cumprida no descendente de Davi, nela as nações glorificam a Deus por um sacrifício de Justiça, e essa vivência no dizer de São Paulo, deve ser tão perfeita a ponto de causar ciúme às ovelhas de Israel, para que haja um só povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário