sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

homilia - estrutura básica

Homilia

A homilia é pregação litúrgica, dentre de uma celebração da eucaristia, por isso a homilia não é sermão ou esclarecimentos exegéticos. Pressupõe-se que homiliasta:
1. tem base de estudo, meditação e vivência da Palavra de Deus contida nas Sagradas Escrituras e na Tradição.
2. reconhece a Palavra e Gesto se unem para expressar o Mistério Pascal celebrado.
3. conhece princípios básicos de comunicação, Língua Portuguesa, urbanidade e capacidade de falar em público.
4. conhece as pessoas ou a comunidade à qual vai falar.

A homilia deve ser breve e integrada no corpo litúrgico. O homiliasta é antes de qualquer coisa um mistagogo (ver o blog Mistagogia Motivacional).

Uma homilia deve ter de sete a dez minutos no máximo.
Estrutura
15%  cabeçalho de um trecho da Sagrada Escritura do qual o homiliasta partirá, saudação e questão que o textos propõem.
30% situa exegeticamente os textos criando laços entre eles de acordo com o contexto litúrgico.
45% hermenêutica - atualiza a(s) mensagem(ns) dos textos e aplica à situação atual
10% conclusão aberta - isto é - o homiliasta aponta para o relacionamento do ouvinte com Deus, seja uma questão, uma proposição, um desejo que ouvinte verá em sua vida e conversará com Deus sobre a realização disso na celebração e sua aplicabilidade na vida.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário