segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

5º Domingo do Tempo Comum - A


5º Domingo do Tempo comum - A

1.                  Informações básicas
- Espiritualidade laical.
- Oração – família, como confiamos na graça que o Senhor guarde.
- Leituras: Is 58, 7-10; Sl 111; 1 Cor 2, 1-5; Mt 5, 13-16


2. Esquemas

1º Esquema
Vós sois os sal da terra, o sal deve dar o sabor, o cristão deve pela sua ação e pela sua vida dar o sentido à vida das pessoas através de seus atos, através de sua vida, se isso não acontecer ele vai perder a sua própria vocação, será pisado pelos homens, a vida somente tem sentido se for para dar sentido à vida de outros. Isso é através de atos concreto como vemos na primeira leitura os diversos atos de misericórdia e a vida obscura que muita vezes nos parece ser a nossa vida brilhará como o sol do meio dia, mas tem-se que aceitar os sofrimentos que esse processo causa, porque como o sal desaparece para realçar o sabor o cristão unidos ao Cristo morto e ressuscitado, desaparece para que a poder de Deus, no dizer de Paulo, é que se evidencie. Como no salmo, O homem justo reparte com o s pobres os seus bens, e para sempre esse bem permanecerá, não somente nesta terra, mas na eternidade, porque vem de Deus.


2º Esquema
Vós sois a luz do mundo, a luz evidencia-se por si mesma, e quanto mais ela brilha mais ela vai ser evidenciada num lugar mais alto, Jesus como luz do mundo, faz-nos ser luz para as pessoas, luz que brilhe sobre todos e evidencia aquilo que é bom e o que é mal, as ações revestidas da graça evidenciam-se por si mesmas, por isso a luz de Deus que há em nós brilhará através de ações de misericórdia, e essa luz rompe as trevas das obras más e vai cada vez mais fazendo com que cada indigente, cada ser humano experimente a luz de Deus. Como Cristo que erguido da terra atrai todos a si, é este Jesus que pregamos, e pela nossa entrega em cada ação amorosa, embebida da graça de Deus, atrai o ser humano ao Senhor, e para sempre permanece o bem, porque faz com que cada ser humano se encontre com Deus.

3º Esquema
O bem feito faz com que a luz de Deus brilhe, por isso o importante não é somente ficar medindo eficiência ou eficácia, mas colocar em cada ação boa que fizermos a misericórdia de Deus, essa é a medida do nosso ato, cada ato de misericórdia vai fazer com que o ser humano glorifique a Deus, e se aproxime cada vez mais de Deus, cobrir o nu, acolher o indigente, deixar a linguagem maldosa, faz com que a nossa oração seja eficaz, porque estaremos em sintonia perfeita com o Senhor, a sabedoria, a nossa decisão de fazer o bem, não será mais para que nós aparecêssemos, mas para a sabedoria da cruz, a entrega salvadora do Senhor seja testemunhada em cada um de nossos atos, a minha fraqueza, a minha pouca capacidade de fazer o bem, anunciará que Deus ama o ser humano e morreu e ressuscitou por nosso amor. Essa misericórdia em cada obra, é louvor de Deus, faz o ser humano não somente ter vida no momento, mas o faz se encontrar com Deus, esse bem permanece para sempre (Sl 111). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário