sexta-feira, 3 de novembro de 2017

1º Domingo do Advento B

1º Domingo do Advento B

1.                   Informações básicas
-Expectativa pela vinda do Senhor.
- Oração –  ardente desejo pelo Reino celeste.
- Leituras: Is 63, 16-17.19;64,2-7; Sl 79 (80); 1 Cor 1, 3-9; Mc 13,33-37.


2. Esquemas

1º Esquema
O que vos digo, digo a todos: vigiai! Nesse tempo do advento nos é pedida uma alegre espectativa, e nesse primeiro domingo é nos ordenado: Vigiai. Em grego, gregoreite, advindo do verbo egeiro, que quer dizer ficar em pé, a posição do ressuscitado, essa é a expectativa que o Senhor quer, que de nosso coração brotasse o brado do profeta, ah se rompêsseis o céu e descêsseis, acorrendo ao Senhor com nossas boas obras, aguardando a vinda do Senhor, do encontro com Ele.


2º Esquema
Ficai atentos, ficar de pé na posição de ressuscitado não basta, o bom empregado que vigia é aquele que contempla o mundo buscando os sinais de Deus e segui-lo através de suas boas obras, para que estas deixem de ser pano sujo, e possam tornar-se testemunho do Senhor que vem, por isso São Paulo pode dizer a comunidade de Corinto que não falta dom algum, tudo o Senhor nos dá para irmos ao seu encontro, por isso sem medo servil queremos aqui e na eternidade contemplar a face de Deus.


3º Esquema
Distribuindo a cada um sua tarefa... A nossa vocação não é um privilégio, mas um serviço, que ao fazermos na graça de Deus se torna um louvor e não um pano sujo pelo orgulho humano, vocação que é específica, cada um tem sua tarefa dada por Deus e se não a fizermos, outros poderão suprir, mas é dada a nós, Vigiar é trabalhar pelo Reino, é ir ao encontro do Senhor com nossas boas obras, por isso que possamos ir ao encontro do Senhor da Vinha e dar-lhe o que lhe pertence.

Cristo Rei A

Cristo Rei A

1.                   Informações básicas
- o Reinado Eterno 
- Oração – libertos e servindo à Vossa Majestade.
- Leituras: Ez 34,11-12.15-17; Sl 22; 1Cor15,20-26.28; Mt 25,31-46.

2. Esquemas

1º Esquema
Assentará em seu trono glorioso... Cristo morto e ressuscitado, que teve por trono sua cruz, agora glorioso julgará o Universo, e o critério de julgamento é o trono da misericórdia, seremos julgados pelas nossas ações amorosas, que produziram vida no outro, mesmo que não o reconheçamos, nossas ações reconhecem na pessoa do outro o Cristo. Este é o julgamento do Rei, é a misericórdia que separa ovelhas de cabritos, ou como no livro de Ezequiel carneiros de bodes; por isso, no Novo Adão, podemos hoje, entrar no reinado de Cristo, destruindo a morte e produzindo vida, mostrando que Ele é o nosso pastor.

2º Esquema
Eu estava com fome e me destes de comer... . Os benditos encontram o Cristo em cada ser humano, supõe e pressupõe o bem em cada pessoa humana, e fazem o bem a esses mesmos humanos. Mesmo em prisioneiros que estão presos por alguma maldade o cristão é chamado a reconhecer a presença de Deus neles. Cada vez que fizestes a cada um dos menores de meus irmãos foi a mim. O Rei dos reis, pela sua morte e ressurreição está ligado a cada ser humano, não importando cor, nacionalidade ou religião. O olhar de cada ação amorosa atinge a eternidade quando tudo será submetido a Deus, quando a felicidade atingirá os tempos infinitos.

3º Esquema
Castigo eterno e vida eterna... As nossas decisões têm um peso de eternidade, se rezamos e participamos da missa é para que cada vez mais, participando a mesa que o Senhor nos prepara conforme o salmo, para nos sensibilizar pela graça quanto a Sua presença em cada ser humano. O Senhor pastoreia a cada um de nós, e nós nos tornamos sinais do bom pastor através de ações caritativas, e seremos assim um só em Cristo Jesus, dessa forma não temeremos o juízo, mas teremos a certeza, que é o Senhor quem nos conduz.  

33º Domingo do Tempo comum A

33º Domingo do Tempo comum A

1.                   Informações básicas
- Os talentos 
- Oração – Alegria em servir a Deus de todo coração.
- Leituras: Pr 31,10-13.19-20.30-31; Sl 127; 1 Ts 5, 1-6; Mt 25, 14-30.

2. Esquemas

1º Esquema
O empregado que havia recebido cinco talentos saiu logo... O Talento, como moeda e valor, é entregue ao servo que prontamente o aplica e fá-lo render, da mesma maneira o que recebeu dois, sai prontamente o faz render, são chamados de servos bons e fieis porque o aplicam prontamente, o talento é dado por Deus, e Deus não vê o valor mais a prontidão em aplicar o que Ele nos deu. Prontidão descrita pelo Livro dos Provérbios da mulher forte, a nossa prestação de contas será inesperada, como na segunda leitura, por isso devemos estar sempre prontos a servir e apresentar as nossas contas a Deus.

2º Esquema
Como fostes fiel em tão pouco... A nossa fidelidade está em colocar os talentos recebidos de Deus em prática, e a recompensa eterna será na medida em que os nossos trabalhos brotem desses mesmos talentos. Pois, Deus quer que o sirvamos de todo o coração, mas com alegria, a exemplo da mulher forte, por amar sua família se entrega de bom grado ao serviço, e torna essa família feliz, essa é a verdadeira vigilância e sobriedade no esperar o Senhor.

3º Esquema
Servo mau e preguiçoso... O servo que recebeu um talento e o enterrou, isto é, o apontou para o Xeol, para a morte, por ter uma visão servil de Deus, uma visão de Faraó que colhe onde não plantou, que aumenta a quantidade de tijolos e não fornece a palha, esse servo não consegue servir com alegria, mas vive na escravidão do próprio medo, fixa-se na aparência e no encanto da vida e não na alegria do servir como a mulher do Livro dos Provérbios. Por isso, peçamos a Deus que cada vez mais tenhamos a visão de seu amor para servir como família em torno da mesa do Pai. 

32º Domingo do Tempo Comum A

32º Domingo do Tempo Comum A

1. Informações básicas
- o Noivo está chegando
- Oração – inteiramente disponíveis.
-  Sb 6, 12-16; Sl 62; 1Ts 4,13-18; Mt 25,1-13



1º Esquema
Cinco delas eram previdentes... isto é, prudentes, eram virgens que esperavam o noivo para começar a festa de casamento, e por isso, guardavam azeite para abastecer as lâmpadas durante a noite. Como a sabedoria é encontrada por aqueles que a amam, assim essas virgens plenas do Espírito esperam o Senhor, a sabedoria encarnada voltar, vir a festa das bodas do Cordeiro, assim também nós somos chamados a ir ao encontro do Senhor nos ares, preparados, vivendo a prudência em nosso dia a dia, sedentos ir ao encontro da Fonte de nossa vida, Deus.

2º esquema
Cinco eram imprevidentes... No original, é mais radical, eram loucas, isto é, não se prepararam  para ir ao encontro do Senhor, desprezaram a sabedoria do coração que leva a aplicar na vida, a prudência, aqui não importa o sono, mas estar na graça de Deus, no Espírito da Sabedoria, para estar preparado, também nós devemos nos preparar, não por um perfeccionismo vazio, por obras da lei, mas na graça de Deus para ir ao encontro do Senhor, e cantar para sempre o louvor pela vida.

3º esquema
Ficai vigiando... o vigiar é estar na posição de ressuscitados como o foram as cinco virgens previdentes, é estar plenos do Espírito Santo para aguardar o Senhor que vem. Vigiar é buscar a sabedoria na vida para praticar obras de Justiça, vigiar é estar no amor de Deus esperando Jesus voltar. Sem neuroses ou desprezos pela graça de Deus. Mas como virgens, símbolo maior da fidelidade, aguardar o Senhor clamando:  A minh'alma tem sede de vós, e vos deseja, ó Senhor.


quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Todos os Santos

Todos os Santos

1.                  Informações básicas
- A Comunhão dos Santos
- Oração –  celebrar numa só festa os méritos de todos os santos
- Leituras: Ap 7, 2-4.914; Sl 23; 1 Jo 3, 1-3; Mt 5, 1-12


2. Esquemas

1º Esquema
Bem-aventurados.... Makarioi...Feliz, bem-aventurado aquele que sabe ser pobre e deixa a graça de Deus agir, felizes são aqueles que lutam pela justiça, mas ao mesmo tempo sabem que a plenitude da justiça só está em Deus, são esses que um dia se prostrarão diante do Trono e do Cordeiro, aqueles que lavaram suas vestes no sangue do Cordeiro, quando se manifestará aquilo que somos, filhos de Deus, e juntos cantaremos: “É assim a geração dos que procuram o Senhor”.

2º Esquema
Bem-aventurados os que promovem a paz, porque estes são chamados filhos de Deus, aqueles que nesse mundo vivem a graça de Deus, aqueles que trabalham não por uma paz como ausência de guerra, mas promovendo a justiça propiciam vida plena aos seres humanos que os rodeiam. Santo não é um alienado, mas aquele que sabe-se filho de Deus e vive essa vocação juntamente com seus irmãos, sabe que um dia estaremos juntos na mansão celeste, prestando o louvor perfeito a Deus que é uma vida sem mancha “Quem tem mãos puras e inocente coração”.

3º Esquema

Bem-aventurados os perseguidos... aquele que é pobre, e procura a Deus, que busca a justiça através de um coração puro, contradiz o que o mundo prega, esses lavam as vestes no sangue do cordeiro, porque unem seu viver ao viver do Cordeiro, por isso, um dia viverão para sempre diante de Deus, num povo que abrange todas as raças e línguas, (144.000), vendo a Deus como ele é, esses morarão para sempre na casa do Senhor. 

30º Domingo do Tempo Comum A

30º Domingo do Tempo Comum A

1. Informações básicas
- o Mandamento: Amarás...
- Oração – aumentai em nós a caridade.
-  Ex 22, 20-26; Sl 17; 1Ts 1,5-10; Mt 22, 34-40.



1º Esquema
O maior mandamento da lei...Amarás. As disputas sobre o maior mandamento mostraria que tipo de mestre seria Jesus, e Este igual o amor a Deus com todo o ser é o maior mandamento, mas também o próximo como a si mesmo, amor que é fazer o bem para promover a vida como nos diz a primeira leitura, primeiramente os mais frágeis. Portanto, o amor é concreto e efetivo e não somente questão de discussões, por isso São Paulo afirma que Tessalônica conseguiu chegar a maturidade da fé foi por imitar o Senhor e seus enviados.

2º esquema
Eu vos amo, ó Senhor, sois minha força, o Senhor é o nosso Rochedo, isto é, Ele é a base da nossa vida, nosso sustento, por isso amar com todo o nosso ser esse Senhor é a base da nossa existência, e esse amor ao Senhor nos faz amar o próximo e ver nele a presença de Deus, principalmente no estrangeiro, órfão e viúva, os mais pobres constatar que Deus está nele e ir ao encontro de suas necessidades, assim seremos verdadeiro discípulos do Cristo.

3º esquema
 O segundo é semelhante... Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. O mesmo verbo com que descrevemos nosso amor a Deus é como descrevemos nosso amor ao próximo. A sensibilidade para com Deus nasce na medida em que amamos nosso próximo, de forma concreta e ficando feliz pela sua liberdade e vida, nessa medida a fé em Deus será testemunhada verdadeiramente como o foi a fé dos tessalonicenses, assim Deus será amado e Bendito por todos os povos.


29º Domingo do Tempo comum A

29º Domingo do Tempo comum A

1.                  Informações básicas
- Dar a Deus o que é de Deus
- Oração – A graça de servir a Deus.
- Leituras: Is 45, 1.4-6; Sl 95; 1 Ts 1, 1-5; Mt 22, 15-21.


2. Esquemas

Observação exegética – Dar a Deus o que é de Deus. As moedas eram cunhadas com a efígie do governante, imprimir uma imagem supõe que aquele metal toma do poder da autoridade para poder ser trocado como dinheiro. No caso, dar a Deus o que é de Deus, nós temos a imagem de Deus cunhada em nós, conforme a passagem de Gênesis: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”. (1, 26-27) Por sermos imagem de Deus, dar a Deus é fazer o ser humano, toda a sua vida ser entregue a Deus como um culto agradável (cf. Rm 12, 1).


1º Esquema
“Dar a César o que é de César”. Como na passagem do Administrador Infiel, somos chamados a aprender a lidar com a riqueza injusta, isto é, com o dinheiro, para aprendermos a lidar com a verdadeira riqueza que é o próprio Deus (cf. Lc 16, 11), por isso somos chamados a ordenar aquilo que é terreno para Deus, na medida que aprendemos a aplicar essa lei das prioridades nos tornamos verdadeiramente cristãos, e como o Segundo Isaías viu em Ciro um enviado de Deus, ver nas limitações do mundo a ação de Deus, aí sim teremos firmeza em nossa esperança, e louvaremos perfeitamente a Deus num canto novo.

2º Esquema
“Dar a Deus o que é de Deus”. A partir do que dissemos acima na observação exegética somos chamados a ver em nós e em cada ser humano a imagem de Deus, a dar o devido valor a isso, portanto dar a Deus é fazer convergir tudo a Ele, é reconhecer que até no doente ou no prisioneiro está a presença de Deus, assim conseguimos relativizar a vida, o poder e a riqueza, como no caso de Ciro, e saber que somente há um só Deus que governa o Universo e ter uma verdadeira caridade servindo a Deus nos irmãos. Isto é a verdadeira glória de Deus.

3º Esquema
Hipócrita, porque me preparais uma armadilha? Se Jesus respondesse simplesmente que era lícito pagar imposto ele estaria a favor do poder opressor, por outro lado, se dissesse que não se deveria pagar imposto seria qualificado como subversivo. Nossas análises tem que seguir a de Jesus, a resposta não é um simples não ou sim, mas saber colocar as coisas no seu devido lugar e fazê-las convergir para Deus. Assim fez o profeta Isaías vendo num governante persa a ação de Deus e São Paulo vê a ação de Deus em Tessalônica, é essa esperança da ação de Deus que nos faz rezar o salmo e pedir que todas as famílias das nações glorifiquem a Deus.
.  



[1]Sociedade Bíblica do Brasil. (1995; 2005). Almeida Revista e Corrigida (Gn 1:27). Sociedade Bíblica do Brasil.